Construção civil gaúcha dá sinais de recuperação

Análise sugere que fase mais crítica da recessão do setor pode estar próxima do fim

Dados do PIB gaúcho relacionados ao segundo trimestre do ano mostram que alguns segmentos da economia já apresentam sinais de melhora. A construção civil teve crescimento de 1% em relação ao mesmo trimestre de 2015, interrompendo a sequência de oito trimestres consecutivos de queda. Mesmo assim, a elevação ainda não é capaz de deixar o setor com saldo positivo no ano e as perspectivas de curto e médio prazos não são claras.

 

O levantamento foi feito pela Fundação de Economia e Estatística, instituição vinculada ao governo do Estado. O economista da FEE Jefferson Colombo afirma que a fase mais intensa e duradoura da recessão que atingiu a construção civil pode estar próxima do fim.

 

A concessão de crédito para o setor da construção no Rio Grande do Sul parou de cair, mas ainda não foi revertida a tendência. Essa estabilização do saldo de crédito atinge tanto construção, ampliação e reformas quanto a aquisição de imóveis.

 

Já o nível de emprego formal em estágios iniciais da produção caiu 3,3% no acumulado do ano até agosto.

Compartilhar

Deixe seu comentário